Os supercomputadores Deucalion e MareNostrum 5 contribuíram, recentemente, para um avanço significativo na computação avançada, ao entrarem ambos em fase de produção. Esta etapa potenciou a realização de diversos projetos no âmbito do 4.º Concurso de Projetos de Computação. A chamada para candidaturas, levada a cabo pela FCCN, serviços digitais da FCT, encerrou no final de maio.

Deucalion: o supercomputador português já está em fase de produção

Deucalion is on! O maior supercomputador português é uma infraestrutura admirável: tem 1900 metros de fibra ótica, 2359 cabos de interconexão de alta velocidade e 26 bastidores, que abrigam um poder de processamento sem precedentes. Com um desempenho de pico de 10 petaflops, graças aos seus dois clusters com três partições, o Deucalion está agora acessível para potenciar o desenvolvimento de projetos de investigação, tecnologia e inovação.  

Esta máquina oferece recursos indispensáveis para cálculos extremamente complexos e simulações avançadas, permitindo que projetos de investigação nacionais atinjam os seus objetivos de forma mais rápida e eficaz. 

Os primeiros projetos

Entre os primeiros 15 projetos nacionais no Deucalion, aprovados na 4.ª edição do Concurso, encontram-se temas de uma grande variedade de áreas científicas, que vão desde a otimização de veículos do futuro, ao estudo de ondas gravitacionais em astronomia, até à análise de moléculas envolvidas em doenças neurológicas.  

São mais de 136 milhões de CPU core.horas e 115 mil horas GPU de computação de alta performance dedicadas ao avanço da ciência e inovação nacionais.  

Deucalion DC FCCN, Serviços digitais da FCT

MareNostrum 5: a participação portuguesa num supercomputador europeu

O MareNostrum 5, localizado em Espanha, também está disponível para projetos nacionais.  

Portugal tem acesso a 5% da capacidade desta infraestrutura, sendo ainda 45% partilhados entre a Espanha e a Turquia. Os 50% restantes destinam-se a concursos geridos pela iniciativa Europeia de supercomputação EuroHPC JU.  
 
A colaboração entre instituições portuguesas e este supercomputador europeu reflete um esforço conjunto para fortalecer a capacidade científica e tecnológica de Portugal.  

O MareNostrum 5, com a sua imensa capacidade de processamento e aceleração, está já disponível para ser utilizado em projetos de computação avançada de alto impacto. O acesso à fase de pré-produção está publicado em: Manifestações de Interesse – FCT.  

Até ao momento foram enviados para o Barcelona Supercomputing Center os primeiros 11 utilizadores nacionais com experiência prévia, pioneiros no teste e otimização dos seus projetos nas 2 maiores partições do MareNostrum 5. 

Infraestrutura do supercomputador Barcelona

Oportunidades através da EuroHPC JU

Ambos os supercomputadores, Deucalion e MareNostrum 5, estão acessíveis nos concursos da EuroHPC Joint Undertaking (EuroHPC JU), abrindo novas possibilidades para os investigadores e para as instituições portuguesas e proporcionando-lhes acesso a um novo design que enriquece o conjunto diversificado e complementar de arquiteturas de computação já disponibilizadas pelos sistemas EuroHPC.

Recursos computacionais para investigação e inovação 

Os concursos de Projetos de Computação Avançada da FCT visam contribuir para o incremento da competitividade nacional e internacional da ciência e tecnologia, apoiando a inovação e transferência de conhecimento. O acesso ao Deucalion e ao MareNostrum 5 é disponibilizado em várias modalidades, desde o Acesso Experimental para iniciantes até ao Acesso de Maior Dimensão para projetos que necessitam de mais tempo e grandes quantidades de recursos computacionais. 

Com o Deucalion a integrar a lista dos 500 supercomputadores mais eficientes do mundo, Portugal solidifica a sua posição no cenário global da computação avançada, proporcionando aos seus cientistas e inovadores as ferramentas necessárias para enfrentar desafios científicos e tecnológicos de grande escala.  

Para obter mais informações sobre como participar e aproveitar estes recursos, os interessados poderão aceder a:  

Outros artigos relacionados