Passar para o Conteúdo Principal
 

RCTS100 – financiamento SAICT

Identificação e Enquadramento

 

Código: 01/SAICT/2017 – SAICT (Projetos de Infraestruturas de Investigação)
Designação: Projetos de Desenvolvimento e Implementação de Infraestruturas de Investigação inseridas no RNIE
Programa Operacional: Programa Operacional Competitividade e Internacionalização
Objetivo Temático: OT 1 – Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação
Prioridade de Investimento: PI 1.1 – O reforço das infraestruturas de investigação e inovação (I&I)
Tipologia de Intervenção: TI 45 – Investigação científica e tecnológica
Data de Inicio: 1 de Outubro de 2017
Data de Fim: 30 de Setembro de 2020

 

Montantes Envolvidos

 

NIF Entidade

Elegível

Apoio FEDER

503904040 Fundação para a Ciência e a Tecnologia

11.478.477,81€

8.113.583,16€

 

Execução

Execução Financeira

Orçamento Executado Elegível       0€ 0%
Apoio FEDER obtido                         0€ 0%

 

Execução Operacional

Taxa de Execução                                 0%

 

Momentos Chave

2 de novembro 2017              Submissão dos Termos de Aceitação à entidade financiadora

1 de Outubro 2017           Inicio de Projeto

 

Síntese do Projeto

Objetivos

Desenvolver as capacidades nacionais de comunicação e computação de grandes volumes de dados para responder às necessidades tecnológicas mais exigentes da comunidade de investigação nacional; Desenvolver as capacidades nacionais de acondicionamento partilhado de infraestruturas digitais de investigação; Disponibilizar serviços avançados de colaboração permitindo a participação da comunidade científica nacional em projetos de interesse estratégico; Promover a inovação e o conhecimento através do desenvolvimento das capacidades de acesso aberto a dados de investigação, conhecimento e a outros recursos de investigação pelas Universidades, Politécnicos e unidades de investigação nacionais; Diminuir o digital divide atualmente existente entre os pólos nacionais de investigação e promover igualdade de oportunidade para a colaboração e participação em projetos internacionais com elevados requisitos de conectividade e computação; Potenciar a criação de infraestruturas digitais de investigação de forma distribuída e/ou virtual.

 

Enquadramento territorial

Norte: 40,21%
Centro: 14,91%
Lisboa: 28,35%
Alentejo: 13,07%
Algarve: 3,46%