imagem de destaque

O responsável dos Serviços de Informática e Comunicações da UTAD, António Rio Costa, destaca o papel da Unidade de Computação Científica na “colaboração e cooperação no ensino superior”. 

Que importância atribui à nossa infraestrutura no desempenho da atividade e missão da UTAD?
Na prossecução da sua missão, a UTAD está alinhada com a missão e estratégia da Unidade FCCN, enquanto fornecedor de uma infraestrutura de investigação digital, transversal a todas as áreas do conhecimento com cobertura do território nacional. Através da Unidade FCCN, é possível disponibilizar à comunidade académica serviços através de uma rede de alto desempenho.
Deste modo, a Unidade FCCN assegura à UTAD os necessários requisitos de comunicações, conhecimento e serviços digitais avançados que permitem à UTAD estar no caminho de uma universidade mais coesa, mais colaborativa, mais conectada e mais competitiva.

Existem exemplos de projetos em concreto que utilizem esta infraestrutura? Se sim, que avaliação fazem do seu desempenho?
Existem vários projetos que UTAD utiliza, destacando-se, na área da colaboração, os projetos como o Colibri ou, mais recentemente, o projeto NAU. Nas áreas da segurança e autenticação, participamos em iniciativas promovidas pelo RCTS CERT ou nos projetos RCTSaai. Na área da conetividade, a UTAD será brevemente alvo de uma intervenção de reforço de conetividade pelo projeto RCTS100. Destaco ainda a participação nos projetos pilotos de experimentação cloud, tendo a UTAD, através do acordo GEANT Cloud Services, iniciado a implementação de serviços cloud GEANT. Estes projetos são só alguns dos exemplos que demonstram a importância para UTAD das infraestruturas disponibilizadas. Obviamente, o nosso grau de satisfação é elevado e com interesse em continuar a participar e colaborar.

AC2 FCCN Unidade de Computação

Do ponto de vista dos serviços, quais se têm demonstrado especialmente úteis, no âmbito da vossa atividade? Porquê? 
Todos os serviços que são disponibilizados são particularmente importantes e úteis, em cada um dos seus pilares de atuação. Existem os serviços disponibilizados no âmbito da segurança (como o acesso a certificados digitais através dos serviços RCTS Certificados). No âmbito do conhecimento ,os serviços de acesso a conhecimento disponibilizados pela b-On têm a sua importância e extrema utilidade em áreas diferentes. É muito difícil destacar um em particular. Os ganhos que as instituições têm pelo acesso aos vários serviços que a Unidade FCCN disponibiliza à comunidade são muito difíceis de medir, pela sua importância crítica.

Quais os próximos passos que perspetivam, no âmbito da colaboração da UTAD com a Unidade ? 
Como já mencionado, a UTAD aguarda ansiosamente o reforço da sua conetividade, permitindo assim tornar a nossa instituição mais e melhor conectada. Deste modo, será possível o acesso e participação em novas áreas de investigação. Assim, esperamos estar, muito em breve, em igualdade de oportunidades para a colaboração e a participar em projetos internacionais com elevados requisitos de conectividade e computação.
Seria também interessante a Unidade FCCN contar com a UTAD para potenciar a criação de infraestruturas digitais de investigação de forma distribuída ou virtual. Outros projetos em que estamos a investir apostam em levar a academia para fora do campus, colocando na região pontos de acesso “eduroam”, de forma a facilitar o acesso a estudantes e investigadores. Sem esquecer as áreas da segurança e autenticação.

Há alguma coisa que deseje acrescentar?
Apenas que a Unidade FCCN é, na minha opinião, um ponto de convergência para a colaboração e cooperação no ensino superior. É nesta Unidade que instituições como a UTAD encontram em muitas vezes o suporte, ajuda e aconselhamento necessário para levarem os seus projetos a bom porto. Esta função é, em muitos casos, muito mais importante que os serviços que são formalmente disponibilizados.

Últimos artigos