imagem decorativa

Entre 300 candidaturas, a NAU foi nomeada pela IDC Portugal e pela Axians como um dos projetos nacionais mais disruptivos e inovadores. Encontra-se agora entre os melhores classificados nesta 6ª edição dos Portugal Digital Awards.

Após a apresentação de cada projeto finalista no Digital Innovation Connection, foram divulgados os vídeos dos projetos que passaram para a última fase de seleção: Finalistas – IDC Portugal.

→ O grande vencedor é anunciado no próximo dia 14, na Cerimónia de Entrega de Prémios IDC, transmitida em livestream.

A plataforma NAU é dedicada ao ensino e formação online dirigido a grandes audiências. É um serviço da Unidade da Computação Científica (FCCN) da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), que contribui de forma significativa para a promoção da língua portuguesa como veículo de transmissão de conhecimento. 

Para João Gomes, Diretor dos Serviços Avançados FCCN|FCT, “a procura pelo melhor desempenho na plataforma NAU é constante e, como tal, estarmos entre os projetos finalistas é um grande passo para o projeto, mas também para as entidades que nos apoiam”.

A NAU disponibiliza cursos sobre as mais diversas áreas do saber e tem tido um crescimento médio de 4000 utilizadores por mês. A plataforma já realizou mais de 129.683 matrículas.

Pautadas pela transformação digital, a IDC Portugal e a Axians partilham com a Unidade FCCN um dos principais pilares de atividade: a Inovação

Numa iniciativa conjunta, as organizações desenvolveram o evento Portugal Digital Awards para reconhecer e premiar a excelência das empresas, das suas equipas e líderes que, com visão e audácia, conduzem os seus negócios e serviços para uma transformação digital. Este processo eleva a capacidade de adaptação das empresas e é um alerta para a necessidade de modernização dos mercados e áreas de trabalho.

Atualmente, é essencial ter uma comunicação institucional centrada em plataformas digitais, o que simboliza o primeiro passo em direção ao progresso. A comunicação tem agora na tecnologia o seu canal direto, responsável por ler e traduzir a voz do cliente e direcionar as ações do negócio.

Com esta premissa, a IDC e a Axians atribuem os prémios às candidaturas que obtenham a classificação mais elevada nos seguintes critérios de avaliação: Impacto no negócio; Melhoria do processo de decisão; Inovação e criação de novos produtos/serviços e/ou melhoria da experiência do cliente; Melhoria da produtividade; Melhoria e otimização de processos de negócio da organização; Criação de plataformas digitais para desenvolvimento de parcerias; Criação de uma infraestrutura tecnológica para suportar a transformação digital das organizações & Inovação tecnológica.

Nesta edição, o Júri é composto por um painel de 23 jurados e observadores, das mais variadas áreas laborais, aliando as tecnologias de informação à engenharia, comunicações e gestão.

A edição passada dos Portugal Digital Awards contemplou 19 vencedores, divididos por categorias que representaram todos os setores da economia em Portugal.

Outros artigos relacionados